Pisos de madeira que são destaque em projetos residenciais


Pisos de madeira
Pisos de madeira

Pisos de madeira são conhecidos por proporcionar sensação de calor e aconchego, graças à aparência natural e o toque agradável que possuem. O uso de tacos e assoalhos de madeira em ambientes comerciais e residenciais é uma prática antiga e, por ser produzido com matéria-prima renovável, de alta durabilidade e apresentar estética que valoriza o ambiente, esse tipo de piso cabe em diversos estilos de obras.


Em nossos projetos costumamos valorizar os pisos de madeira já existentes nos imóveis que reformamos. Uma das nossas marcas é valorizar as qualidades que já existem no espaço onde estamos projetando. Para isso, muitas vezes restauramos os pisos de tacos e assoalhos feitos de madeira maciça. Normalmente eles possuem cerca de 2cm de espessura, permitindo que sejam revitalizados até quatro vezes.


Primeiramente, para remover o visual desgastado da madeira, é necessário realizar o lixamento do piso. Esse processo deve ser feito sempre no sentido dos veios da madeira, para remoção dos desgastes pontuais.


O acabamento do piso pode ser feito com um selador ou stain, que forma uma película e penetra entre as fibras da madeira. Isso ajuda a trazer uma aparência mais natural ao piso. Também podem ser utilizados vernizes para finalizar o processo. Existem vernizes brilhantes, foscos e semi-foscos.


Seja qual for o acabamento escolhido, o que não faltam são opções de pisos de madeira, com dimensões e tonalidades diferentes. Entre os benefícios desse tipo de piso podemos citar:


  • Conforto térmico

A madeira é um isolante térmico. Para quem mora em regiões frias ou quentes demais esse tipo de piso é ideal. Muitas pessoas pedem aos vendedores um piso que não seja frio e que estabilize a temperatura do ambiente. A madeira tem essa função e se torna indispensável, por exemplo, em espaços com crianças, por deixar o toque em uma temperatura mais agradável para pisar e engatinhar.


  • Boa acústica

Revestimentos de paredes e pisos de madeira com assentamento à base de cola proporcionam conforto acústico. É por isso que em muitos projetos comerciais, como auditórios e teatros, esse tipo de produto é usado com intuito de oferecer mais qualidade para a acústica do espaço.


  • Durabilidade

Um piso de madeira é para vida toda! Como falamos no início do texto, seu maior diferencial e benefício é a possibilidade de revitalização. Basta fazer uma raspagem e aplicação de verniz e seu piso fica novo. A limpeza é feita de forma prática e simples – basta usar um pano levemente umedecido, com o auxílio de produtos desenvolvidos para este fim.


  • Originalidade

Diferente de outros revestimentos como porcelanato, laminado e vinílico, o piso de madeira é um produto natural: cada peça tem cores, tonalidades e veios únicos. Como existe uma grande diversidade de madeiras na natureza, há tipos que terão mais variações de tons e outros que vão ser mais uniformes, mas sempre haverá uma diferença entre as peças. E é justamente isso que dá o aspecto natural e aconchegante para o seu projeto. Um piso nunca será igual a outro.


  • Versatilidade

Gostamos desse material pelo fato de ser fácil de fazer composições com todos os tipos revestimentos, como aço, ferro e diversos estilos de iluminação e mobiliário, principalmente porque existe uma grande variedade de modelos, desde tacos a réguas de grandes formatos e de diversas cores. Grandes indústrias conseguem customizar a madeira para deixá-las com texturas diferentes e paginações criativas, como a escama e espinha de peixe, e também fazem projetos especiais de acordo com a necessidade do cliente.


Além disso, atualmente o mercado oferece uma ampla gama de pisos que não são de madeira natural, mas que oferecem praticamente os mesmos benefícios, sobretudo a versatilidade e o conforto térmico. Entre eles, encontram-se os pisos vinílico e laminado.


O primeiro é feito de PVC e recebe uma impressão superficial que lhe atribui a textura e a aparência de um piso de madeira. Sua principal vantagem é a resistência e durabilidade. E mesmo não sendo adequado a ambientes úmidos e molhados, o piso vinilico possui uma resistência muito maior à água que o laminado. Ele oferece conforto térmico e acústico, e possui rápida e fácil instalação. A desvantagem é que pode riscar com facilidade.


O segundo é fabricado com aglomerado de HDF, ou seja, um tipo de fibra de madeira altamente comprimida. A camada superficial recebe uma espécie de impressão fotográfica que simula com muita perfeição a textura natural da madeira. A grande vantagem do piso laminado é a instalação rápida e fácil, além de ser muito fácil de limpar. O preço também costuma agradar, e ele não necessita de manutenções regulares.


No entanto, esse tipo de piso é muito sensível à água. O mínimo contato já é suficiente para fazê-lo inchar. E o conforto acústico é outro inconveniente. Qualquer ruído é facilmente percebido, desde patinhas de cachorro até uma moeda caindo no chão.


Alguns projetos nos quais demos destaque ao piso de madeira, seja através da restauração da madeira natural existente, seja através da escolha de um novo piso, foram:


1. Apartamento Arthur de Azevedo - Taco de Peroba restaurado



2. Apartamento Santa Cecília - Taco palito Cumaru



3. Apartamento Coreliano - Piso pronto Cumaru



4. Apartamento Sergipe - Taco de Peroba Restaurado



5. Apartamento Perdizes - Piso laminado Duratex (não é madeira de verdade)



6. Apartamento Maranhão/Higienópolis - Taco Sucupira Restaurado



7. Casa Pinheiros - Taco de Peroba Restaurado



8. Casa Azevedo - Assoalho de Peroba Restaurado



9. Casa Granja Viana - Assoalho de Cumaru Restaurado